sábado, 6 de março de 2010

RETOMANDO...

"Vamos concretar o mundo. Chegaremos com as caçambas e cobriremos tudo. Nossos livros que se queimem todos. Nossas palavras que virem murmúrios. Nossos filhos que escorram perna abaixo. Não restará uma mísera folhinha verde. Só a Casa Verde.
A casa verde ali paradinha parecendo uma bocetinha toda pequenininha, pois nunca agüenta todo o resto que eu tenho pra colocar. Então eu fico ali dentro, mas só a metadinha. A casa verde coitadinha, não agüenta tudo que eu tenho pra falar. A casa verde, aquela virgenzinha não agüenta tudo que eu tenho pra sofrer. A casa verde não sabe ainda gozar. É só um buraquinho menino."

Por Carolina Mascarenhas e Cesar Felipe Pereira

Um comentário:

Giuliano Quase disse...

vc frequenta a casa verde?

=]

puxa vida, que delícia